Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Brasil e UE acertam detalhes para formação do centro de cooperação
Início do conteúdo da página

Brasil e UE acertam detalhes para formação do centro de cooperação

Publicado: Segunda, 30 de Janeiro de 2017, 16h05 | Última atualização em Quarta, 22 de Fevereiro de 2017, 16h24

Financiada pelo programa europeu Horizon 2020, o projeto Cebracic tem como objetivo identificar potencialidades para desenvolver a inovação na indústria brasileira, por meio da cooperação com empresas e organizações europeias

Entidades brasileiras e europeias se reuniram na semana passada em Berlim, na Alemanha, para detalhar e lançar o projeto Centro para Cooperação em Inovação e Negócios Europa-Brasil (Cebracic).  Financiada pelo programa europeu Horizon 2020, a iniciativa tem como objetivo identificar potencialidades para desenvolver a inovação na indústria brasileira, por meio da cooperação com empresas e organizações europeias.

A coordenação do projeto é tocada por um consórcio internacional que envolve a Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), o Serviço Nacional da Indústria (Senai) e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), além de oito instituições europeias. Entre elas, o Fraunhofer IPK (Alemanha), a International Association of Science Parks and Areas of Innovation (Espanha) e a Sociedade Portuguesa de Inovação (Portugal).

Com o Cebracic, a ideia é ofertar de maneira sustentável um conjunto diversificado de serviços, como a criação de redes e parcerias, consultoria empresarial, compartilhamento de recursos, atração de investimento, capacitação e sensibilização.

Durante os dias 23 e 24, a entidades brasileiras destacaram as iniciativas que serão trabalhadas como ativos ao Cebrabic, facilitando a cooperação entre os ecossistemas de inovação do Brasil e da União Europeia. A Anpei apresentou a Plataforma iTec, os Comitês Temáticos, a Conferência Anual e o Guia de Apoio ao Fomento.

Já o Senai irá envolver no projeto os Institutos de Inovação, que funciona como hubs regionais de prestação de serviço em pesquisa aplicada. De acordo com a entidade, a participação no consórcio proporcionará a internacionalização dos Institutos de Inovação, a redução da curva de aprendizado em tecnologias e o fortalecimento de sua rede de parceiros internacionais.

A Universidade Estadual de Campinas apontou que estará envolvida, principalmente, na avaliação dos impactos do Cebrabic e em seu monitoramento ao longo de toda a execução. A instituição de ensino superior afirmou que irá projetar e desenvolver sistemas de avaliação e monitoramento especialmente para esses fins.

O Confap apresentou sua organização para os demais parceiros e suas 26 Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa associadas. O órgão detalhou as ações que serão desenvolvidas nas fases de estudo do contexto brasileiro de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) e de implementação para fortalecer a criação de redes colaborativas entre o Brasil e a Europa.

Fonte: Agência ABIPTI, com informações do Confap

Veja a notícia na íntegra: http://www.agenciacti.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=10154:brasil-e-ue-acertam-detalhes-para-formacao-do-centro-de-cooperacao-&catid=1:latest-news

 

Fim do conteúdo da página